sexta-feira, 29 de maio de 2009

A HINOLOGIA DAS ASSEMBLEIAS DE DEUS

A Harpa Cristã é o hinário oficial das Assembléias de Deus, com 640, hinos maravilhosos com um índice de assuntos e temas.
1 – Cânticos que falam de libertação do homem: a redenção, a cruz, o poder e a eficácia do sangue de Jesus, a expiação, o amor de Deus e a ressurreição de Cristo.
2 – Cânticos que se referem à eternidade: nossa morada nos céus, vida eterna com Cristo, etc. eles são de proclamação e ensino. São de proclamação quando anunciam ao mundo a eternidade com Deus e são de ensino quando nos instruem doutrinariamente quanto a eternidade.
3 – Cânticos que falam da obra do Espírito Santo. São doutrinários; alguns em forma bem poética.
4 – Cânticos de proclamação do poder do nome de Jesus. São geralmente usados para falar de cura, milagres, libertação, etc.
5 – Cânticos sobre a igreja. Falam de missão desta na terra e quase sempre são proféticos. Levam-nos a entender a urgência da evangelização.
6 – Cânticos de guerra espiritual. A igreja em todos os séculos foi motivada e movida pelos cânticos espiritual.
7 – Cânticos sobre a vinda de Cristo. Hinos que proclamam a vinda de Cristo. O que nos chama a atenção, é que eles são unânimes em nos ensinar e proclamar uma única verdade: Jesus Voltará!!
8 – Cânticos de adoração da igreja. Cânticos que abrem o culto de adoração declarando a grandeza e o poder de Deus. Musicas que o exaltam já no começo das reuniões. Podemos colocar como parte da adoração da igreja, os hinos de comunhão: eles falam do nosso relacionamento com Deus e com nossos irmãos. Há os de adoração, nos quais exaltamos a soberania de Deus, os de prostração, de humilhação e quebrantamento diante do dele. Cânticos de exaltação ao Senhor, sobre os seus feitos na natureza, seus atributos, etc.
9 – Cânticos didáticos ou de ensino. Alguns dos Salmos são cânticos de instruções.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro Visitante, seu comentário será apreciado e sua opinião respeitada, no entanto, este blog se reserva o direito de não publicá-la, caso a considere difamatória ou ofensiva.

Postar um comentário